Arquétipos

Os Arquétipos e o Inconsciente Coletivo são conceitos que foram desenvolvidos por Carl Jung, psiquiatra suíço e fundador da psicologia analítica.

Para conhecer os Arquétipos é necessário entender o conceito do Inconsciente Coletivo.

O Inconsciente Coletivo pode ser definido com uma grande biblioteca. Nesta biblioteca estão contidas as experiências de vida de todos os seres humanos, como um grande banco de dados. Tudo o que vivemos fica armazenado nele. Os espiritualistas o chamam de Registros Akáshicos ou Éter.

O que são os Arquétipos?

Os Arquétipos são “modelos”, ideias primordiais, que estão no Inconsciente Coletivo e representam padrões de comportamento associados a um personagem ou papel social.

Jung dizia que os arquétipos são uma herança psicológica, ou seja, são o resultado das experiências de milhares de gerações de seres humanos no enfrentamento das situações cotidianas.

A Mãe, o Sábio e o Herói são exemplos de arquétipos. Esses “personagens” têm características que são percebidas de maneira semelhante por todos os seres humanos.

As imagens dos arquétipos são encontradas em mitos, lendas, na literatura, nos filmes e também aparecem nos nossos sonhos.

Os Arquétipo e as metáforas são a melhor forma de passar um conhecimento para alguém e por isso são usadas desde tempos imemoriais.

Exemplos:

  • A vaca foi pro brejo (o time está perdendo).
  • A bola está na zona do agrião (usado no futebol).
  • Eu vi um gato (um rapaz bonito).
  • Ele caiu como um pato (otário).
  • Ele é uma raposa (esperto).
  • Ele é um banana (que passam para trás).
  • Ele é um rato (um ladrão).
  • Ela parece um elefante (gorda).
  • Olhos de águia (vê as oportunidades).
  • Firme como uma rocha.
  • Tirar o chapéu (reconhecer o valor de outro).

Como os Arquétipos se comunicam conosco?

Os Arquétipos “conversam” conosco através de símbolos. Nosso inconsciente, onde guardamos nossas memórias e experiências de vida, se comunica através de imagens.

Os Arquétipos  estimulam a produção de neurotransmissores (dopamina, serotonina, oxitocina etc.). Estes neurotransmissores geram sentimentos e emoções, influenciando nossa maneira de pensar, agir, ver e se comportar.

Devido a isto os símbolos arquetípicos são largamente usados em propagandas para influenciar as pessoas.

Lado Luz e Lado Sombra

Os arquétipos devem ser classificados pelos resultados que propiciam:

  • Arquétipos Fortes ou Positivos – induzem a produção dos neurotransmissores que geram poder e felicidade. Propiciam crescimento, desenvolvimento, poder, autoestima, realização, dinheiro, prosperidade, emprego, saúde, união, felicidade, prazer, etc.
  • Arquétipos Fracos (Negativos) –   inibem a produção dos neurotransmissores que dão poder e felicidade. Propiciam depressão, melancolia, tristeza, depressão do sistema imunológico, pobreza, desemprego, suicídio, morte, separação, autossabotagem, etc.

Alguns Arquétipos e suas influências:

Arquétipos Fortes Características
Águia Produz dopamina. É um dos mais poderosos arquétipos que existem. Provoca elevadíssima autoestima, prosperidade, crescimento, realização, sabedoria, poder, etc. É o símbolo dos presidentes, empresários, campeões, líderes, impérios antigos e modernos, etc. É extremamente forte, devendo ser usado com critério. O impacto emocional deste arquétipo nunca deve ser subestimado.
Árvore Importantíssimo símbolo de vida e prosperidade. Proteção, vida, abundância, crescimento. Provoca a união entre as pessoas. Estimula os relacionamentos. Poderoso símbolo para induzir estados de consciência.
Balança Equilíbrio, justiça, decisão.
Borboleta Transmutação, mudança, renascimento, libertação, leveza.
Cálice Destino, grande quantidade, opulência, relacionamentos, comungar da mesma
Cachorro Amizade, proteção, provocam diminuição da ansiedade.
Cavalo Elevada autoconfiança. Velocidade, decisão, independência. É o símbolo dos gerentes e diretores.
Chifre Força, poder, virilidade, fertilidade, masculino, atividade.
Círculo Unidade, sexualidade, absoluto, divindade, perfeição, iluminação, infinito, proteção, alma.
Conchas Feminilidade, geração, órgão sexual feminino, símbolo fálico, fertilidade, nascimento.
Cornucópia Chifre, opulência, abastança, fálico.
Coroa Poder, autoridade moral, honestidade, honra, vitória, respeitabilidade.
Escudo Defesa, amparo, auxílio, proteção.
Espelho Saber, autoconhecimento, consciência, imaginação, criatividade, magia.
Estrela Sorte, aspiração, destino, divindade, humanidade, pontos cardeais, cooperação.
Ferradura Ligada ao cavalo representa boa sorte e autoconfiança.
Flores Sucesso, harmonia, prosperidade, calma, paz, relaxamento, possibilidades.
Gatos Independência, intuição, autoestima.
Golfinho Sociável, coragem, inteligência, movimento, alegria de viver. Ideal para lugares de reuniões, festas, etc. Não colocar no local de trabalho.
Grão Abundância, riqueza, prosperidade, possibilidade, morte e vida, semente.
Lâmpada Luz, sabedoria, previsão, inteligência, prudência, ligado ao divino, espiritualidade, escolha, conhecimento.
Lírio Luz, fálico, prosperidade, vida e morte.
Livro Totalidade, Ego, conhecimento, poder, conjunto, regra, destino, lei, possibilidade, fechamento.
Lótus Espiritualidade, pureza, vida, totalidade, renascimento, criação, harmonia, desenvolvimento, pureza, tranquilidade, ascensão.
Lua Fertilidade, sexualidade, feminilidade, transição, mudança, poder, inconsciente, fecundidade, receptação, suavidade.
Maçã Fertilidade, sabor, mundo, escolha, conhecimento, afeto.
Olho Espírito, visão, atividade, futuro, visão interior, divindade, visão ampla, percepção, vigilância, onipresença, sabedoria, penetração, magia, proteção.
Orquídea Sorte, riqueza, proteção, suntuoso, luxo, brilho.
Ouro Inteligência, luz, eternidade, perfeição, conhecimento, purificação, prosperidade e riqueza.
Ovo Fecundidade, sexualidade, vida, procriação, totalidade, inicio, nascimento, abundância, possibilidade, potencial, perfeição.
Pinha Fertilidade, felicidade, fortuna.
Raposa Matéria, terrestre, humano, realidade.
Quadrado Transformação, dissimulação, esperteza, sábia.
Rosa Amor, simpatia, romance, alívio, ativa o chakra cardíaco, segredo, complexidade.
Sal Força, proteção, purificação, firme.
Serpente Proteção, alma, mudança, fálico, energia, vida, libido, inteligência, auto renovação, universo.
Sexo Todo tipo de associação entre sexo e um produto criará uma resposta fisiológica em relação ao produto. Significa poder e força no caso masculino e receptividade no feminino
Sol Luz, inteligência, vida, fertilidade, ressurreição, calor, justiça, poder.
Terra Mãe, útero, vida, alimentação, equilíbrio.
Tigre Força, ferocidade, protetor, esforço, provoca ação, efeito muito forte. Também não deve ser usado sem critério.
Triângulo Poder, luz, magia, força, sabedoria, beleza, divindade.
Trono Grandeza, glória, poder, sabedoria, autoridade.
Unicórnio Poder, fálico, transparência, sinceridade, cura.
Urso Poder, ação inconsciente, força, resistente, determinado, firme.
Uvas Abundância, vida, renascimento, conhecimento, prosperidade, alegria.
Vela Luz, sexualidade, proteção, pedido, orientação, fé.
Arquétipos Fracos Características
Árvore seca Nua, retorcida, solidão, falta de vida.
Banana Pessoa que não tem personalidade, todo mundo faz de bobo.
Cigarro Sexualidade.
Coelho Extrema fertilidade, sexualidade, alvo fácil para os predadores.
Crânios, ossos, monstros, morte, bandeiras de piratas, fantasmas, monstros Extremamente negativos, induzindo ao comportamento autodestrutivo. Péssimo em relação ao nível de endorfinas. É o arquétipo mais poderoso do lado negativo
Terremotos, maremotos, sequestros, assassinatos, conflitos, guerras, crimes passionais, desastres Provoca o conformismo, passividade, negativismo, impedindo o pensamento analítico.
Elefante Burro de carga, peso excessivo, falta de agilidade e depressão.
Formiga Trabalha demais, sem individualidade, fácil presa.
Galinha Procria sem cessar, fácil presa.
Macaco Fraco por imitar, falar demais, roubo, agitação.
Papagaio e suas variações Muito fraco, imitador, fala muito, presa fácil.
Pato Símbolo extremamente fraco, usado como referência de fraqueza, falar muito, ser passado para trás facilmente, otário, etc.
Pinguim Excessiva lentidão, presa fácil, uma fria.
Ratos Inquietação, doença, demônio, mal, ladrão, sempre foram considerados entre os piores símbolos possíveis, baixíssima autoestima, desonestidade, provoca desconforto assim que é visto, etc.
Sapo Bruxaria, alucinação, volúpia, avareza, fecundidade, pântano.
Tartaruga Excessiva lentidão, não produz, demora, devagar quase parando.
Vaca Animal de corte, puxar arado, burro de carga, sacrifício.

ALERTA: Cuidado ao ativar os Arquétipos

Os Arquétipos devem ser usados com muito cuidado. Na verdade não se “usa” um Arquétipo, se ativa suas características. Porém você pode provocar um efeito indesejado ou contrário.

Vou citar dois exemplos:

  • Águia – é o arquétipo do líder, do crescimento, do poder.
    Ao ativar esta energia você sentirá vontade de fazer mais e mais. Caso siga seu impulso, terá várias oportunidades, mas caso prefira não fazer nada, ficando na sua zona de conforto, você ativará o lado sombra do Arquétipo.
    Além disto, poderá acontecer de pessoas que não são “águias” se afastarem de você, e às vezes são pessoas queridas.
  • Borboleta – transformação.
    Foi usado por uma mulher para fazer com que seu relacionamento evoluísse, porém o parceiro, ao ser exposto ao Arquétipo, resolveu terminar a relação e se dedicar com mais afinco aos seus projetos.

Desta forma, antes de ativar um Arquétipo pesquise muito sobre suas características, lado luz, lado sombra, qual seu comportamento (caso seja um animal), etc.

Como Ativar um Arquétipo

Os Arquétipos, quando ativados, nos inspiram a mudar nosso comportamento, nos dão inspiração, mas temos que fazer a nossa parte. Desta forma seguem alguns passos para ativar um Arquétipo conscientemente:

  • Pesquise sobre o Arquétipo
    Pesquise, busque as características do Arquétipo, leia sua mitologia e suas características. Leia sobre o assunto ou sobre uma personalidade que tem aquele comportamento que você está buscando. Quanto mais informações tiver, mais facilmente você poderá direcionar esta energia.
  • Representação
    Use imagens do Arquétipo, seus símbolos característicos, sons ou músicas que remetam a ele. Explore bastante seus sentidos. Pode deixar a imagem sempre no seu campo de visão, sobre a mesa, na tela de bloqueio do celular, etc.
  • Vivencie
    Com as informações e as representações em mãos, é hora de você “imitar” o Arquétipo. Tomar decisões baseadas em como o Arquétipo faria. Preste atenção a sua intuição que neste momento está sendo inspirada pelo Arquétipo em questão.

Quer saber mais sobre Arquétipos?

Se você quer se aprofundar neste tema, indico:

Beijos ♥
Fernanda Filippini (Selene)

Published On: 22 de fevereiro de 2022Categorias: Autoconhecimento

Compartilhe este artigo!

Categorias

Fernanda Filippini (Selene)

Fernanda Filippini (Selene)

Mentora de Vida, Coach Emocional, Terapeuta Holística, Oraculista e Professora.

  +55 11 986-100-000

Instagram

Youtube

Facebook

Deixe um comentário